Quer ter mais bem-estar e felicidade no trabalho?

mente positiva

Olá pessoa linda,

se a sua resposta foi sim, acredito que essa leitura possa valer a pena. Aproveito para dizer que adoraria saber como você se observa nessa área da sua vida…bem-estar no trabalho.

Nós vemos o nosso trabalho como um Emprego, uma Carreira ou uma Missão?

Amy Wrzesniewski, psicóloga de Yale, dedica a vida a estudar como as concepções mentais que temos do nosso trabalho afetam nosso desempenho. Depois de muitos anos e centenas de entrevistas com trabalhadores de todas as profissões inimagináveis, ela descobriu que os colaboradores apresentam uma dessas três “orientações ao trabalho”, ou, atitudes mentais em relação ao trabalho.

As pessoas com um “Emprego” veem o trabalho como um fardo e o salário como a recompensa. Elas trabalham porque precisam e estão sempre na expectativa do tempo que poderão passar fora do trabalho.

Em contrapartida, as pessoas que veem seu trabalho como uma “Carreira”, trabalham não só por necessidade mas também para progredir e ter sucesso. Elas se envolvem no trabalho e querem ser bem-sucedidas.

Por fim, as pessoas com uma “Missão” veem o trabalho como um fim por si só; seu trabalho é gratificante não devido a recompensas externas, mas porque elas sentem que contribuem para um bem maior, aplicando seus pontos fortes pessoais em um trabalho que lhes oferece um senso de propósito.

Não é de surpreender que as pessoas com uma orientação de missão não apenas consideram seu trabalho mais gratificante como também se dedicam mais e por mais tempo em consequência dessa atitude. E, dessa forma, são elas as pessoas que em geral têm mais chances de sucesso.

A descoberta mais interessante não foi só que as pessoas veem seu trabalho de uma dessas três maneiras, mas que fundamentalmente, não importa que tipo de trabalho a pessoa exerce, pois, foi descoberto que existem médicos que consideram seu trabalho apenas um emprego e faxineiros que veem seu trabalho como uma missão.

Isso significa que ver o trabalho como uma missão pode ser um resultado tanto da atitude mental quanto do trabalho em si. Em outras palavras, colaboradores infelizes podem encontrar maneiras de melhorar sua vida no trabalho que não envolvam pedir a demissão, mudar de emprego ou de carreira ou largar tudo para se encontrar.

O conceito envolve simplesmente um ajuste da atitude mental, afirmando ainda que, novas possibilidades se abrem para o senso de propósito do trabalho, simplesmente pela maneira com a qual ele é construído pelo indivíduo.

Bem, já que o texto fala de atitude mental, missão e, você respondeu que procura obter um pouco mais de felicidade e bem-estar em seu trabalho me parece oportuna essa reflexão e, quem sabe a partir dai, despertar novas atitudes e posicionamentos no seu comportamento em relação a onde você está e onde deseja chegar. O que você acha? Vamos viver mais feliz no trabalho?

Conte comigo para o seu processo de transformação. Uma vida equilibrada é possível.

Bom treino!

(Referência bibliográfica: O jeito Harvard de ser feliz- -Shawn Achor)
Andreia Moreno I Profissional do Bem Estar- 25 anos atuando com desenvolvimento de pessoas. Atende como educadora física, coach pessoal, terapeuta e florista profissional. www.andreiamoreno.com.br

Gostou do texto? inscreva-se na newsletter e receba mais informações em seu email: 

 

Gostou? Compartilhe!
Share on FacebookEmail this to someonePin on Pinterest


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *